segunda-feira, 31 de janeiro de 2011

TEORIA DAS CORES


Distinção das cores. 

Ao falarmos de cores, temos duas linhas de pensamento distintas: a Cor-Luz e a Cor-Pigmento. Falar de cor sem falar de luz é impossível, mesmo se tratando da Cor-Pigmento, pois ela, a luz, é imprescindível para a percepção da cor, seja ela Cor-Luz ou Cor-pigmento. No caso da Cor-Luz ela é a própria cor e no caso da Cor-Pigmento ela, a luz, é que é refletida pelo material, fazendo com que o olho humano perceba esse estímulo como cor.   

  •  Cores primárias:   São as cores puras, que não se fragmentam.  

  • Tom  -  Refere-se a maior ou menor quantidade de luz presente na cor. Quando se adiciona preto a determinado matiz, este se torna gradualmente mais escuro, e essas gradações são chamadas escalas tonais. Para se obter escalas tonais mais claras acrescenta-se branco. 

  • O Disco Cromático

     O disco cromático não é um instrumento científico de classificação de cores, mas é muito útil no entendimento da teoria das cores. Geralmente usado para estudar as cores-pigmento, o disco cromático pode ser desenvolvido em qualquer material, lembrando-se que cores-luz e cores pigmentos sofrem alterações de acordo com sua própria essência.
                                                                                                                                                                                            

Um comentário:

  1. Esta imagem do círculo cromático é de minha autoria, Jurema Sampaio, tenho o original dela, em vetorial, pois fiz para uma apostila de minhas aulas, para meus alunos, e não autorizei o uso. Por favor, coloque o crédito correto ou retire a imagem.
    Obrigada, Profa. Jurema Sampaio.
    http://www.jurema-sampaio.pro.br/

    ResponderExcluir